Notícias

Papa Francisco defende sogras, mas prega 'cuidado com a língua'

Pontífice já tinha comentado sobre a relação com as sogras em outras oportunidades desde que assumiu o papado, em 2013

Por Lucas Sanches | 27/04/2022 às 16:13
Reprodução/Vaticano
Foto: Reprodução/Vaticano

Francisco defendeu as sogras, mas pediu 'cuidado com a língua'

Conhecido e elogiado por discursos em defesa do respeito, paz e empatia, o Papa Francisco foi um pouco mais específico em pronunciamento na Praça de São Pedro, no Vaticano, nesta quarta-feira (27). Durante a audiência semanal, o pontífice pediu que os fiéis deixem de lado o estigma sobre as sogras, mas fez um alerta: "Cuidado com a língua, porque ela é um dos pecados mais terríveis das sogras".

Francisco discursava sobre preconceitos em torno da velhice, e abordou os laços familiares entre as sogras e noras ou genros. Ele pediu que as pessoas deixem de lado a ideia do afastamento da sogra, e afirmou que uma das coisas mais belas na vida dos avós é ver o crescimento dos netos.

"Pensamos sempre na sogra como uma figura má, mas a sogra é a mãe do teu marido, da tua esposa. Que o senhor nos ajude a crescer em harmonia nas famílias, aquela harmonia construtiva que vai dos idosos aos mais jovens, aquela ponte positiva que devemos preservar", afirmou.

Essa não é a primeira vez que o pontífice fala das sogras. Em 2015, durante turnê pelos Estados Unidos, Francisco disse que "as famílias brigam, e às vezes, pratos podem voar. Crianças dão dores de cabeça. Não vou falar das sogras".

Um ano antes, ele fez comentário parecido, mas em Roma. "Todos sabemos que a família perfeita não existe. O marido perfeito não existe, a esposa perfeita também não. Não vamos nem falar sobre sogras perfeitas", disse à época, como citado pelo jornal Times of Israel.

Francisco tem 85 anos, e se tornou papa da Igreja Católica em 2013, sucedendo Bento XVI, que renunciou ao papado no mesmo ano.

Escreva seu comentário

Preencha seus dados

ou