Notícias

‘Ninguém aguenta mais impostos’, escreveu Bolsonaro sobre CPMF durante a campanha

Por Redação , 11/09/2019 às 07:45
atualizado em: 11/09/2019 às 16:14

Texto:

Foto: Alan Santos/PR
Alan Santos/PR

A possível criação de um imposto nos moldes da antiga CPMF iria contra promessa de campanha do presidente Jair Bolsonaro (PSL). Nessa terça-feira (10), o secretário-adjunto da Receita Federal, Marcelo de Sousa Silva, divulgou como seria a 'nova CPMF', no âmbito da reforma tributária.

Leia mais: 'Nova CPMF' deve taxar depósitos, saques e operações nos cartões de débito e crédito

Em setembro de 2018, durante a campanha rumo ao Palácio Planalto, Bolsonaro postou duas mensagens sobre a CPMF:"Ignorem essas notícias mal intencionadas dizendo que pretendemos criar a CPMF. Não procede. Querem criar pânico pois estão em pânico com a chance de vitória. Ninguém aguenta mais impostos, temos consciência disso", escreveu em 19 de setembro. 

Dois dias depois, o então candidato voltou ao Twitter: "Votei pela revogação da CPMF na Câmara dos Deputados e nunca cogitei sua volta. Nossa equipe econômica sempre descartou qualquer aumento de impostos. Quem espalha isso é mentiroso e irresponsável. Livre mercado e menos impostos é o meu lema na economia. 

Taxação 

Como explicado por Marcelo de Sousa Silva nessa terça-feira (10), a ideia do governo é taxar cada saque, cada depósito em dinheiro com alíquota inicial de 0,40%. Além disso, cada operação de débito e crédito deve ser submetida a uma alíquota de 0,20%.

O objetivo da equipe econômica é que o novo imposto substitua de maneira gradual a contribuição patronal sobre salários (folha de pagamentos), a Contribuição Social Sobre o Lucro Líquido (CSLL) e, também, o Imposto sobre Operações Financeiras (IOF).

"É uma alíquota de 0,20% no débito e crédito para poder desonerar parcialmente a folha em algo equivalente a um FGTS [7%]", disse o secretário-adjunto da Receita Federal ao final do Fórum Nacional Tributário,organizado pelo Sindifisco Nacional.

Veja outras postagens do presidente sobre o imposto: 

Escreva seu comentário

Preencha seus dados

ou

    #ItatiaiaNasRedes

    RadioItatiaia

    ⚽De acordo com o presidente do Atlético, o prejuízo do clube em 2019 foi de quase R$ 6 milhões. Contudo, foi incluído no balanço como "outras receitas" a doação feita pela MRV...

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    Ele acusou a China de influenciar as decisões do órgão.

    Acessar Link