Notícias

Luan revela que recebeu proposta do Cruzeiro antes de acertar com Atlético: ‘Foi coisa de Deus’

Atacante marcou história no Galo nas conquistas da Libertadores de 2013 e da Copa do Brasil de 2014

Por Redação | 30/05/2022 às 21:20
Reprodução/Youtube Itatiaia
Foto: Reprodução/Youtube Itatiaia

Luan participou do programa Bastidores desta segunda-feira

Figura importante na história recente do Atlético, o atacante Luan quase foi parar do outro lado da Lagoa da Pampulha. Em entrevista ao programa Bastidores, nesta segunda-feira, o jogador de 31 anos revelou que recebeu uma proposta do Cruzeiro antes de fechar com o Galo em 2013. 

“Não tinha só o Cruzeiro. Tinha o Inter, o Grêmio e o São Paulo, que na época o Rogério Ceni tinha conversado. Mas o Cruzeiro foi sim, na época. Fiz um grande jogo contra eles pela Ponte Preta, o ataque era eu e o Roger, que hoje é treinador”, relembrou. 

No entanto, Luan citou a importância de Deus no direcionamento de sua carreira para acertar sua transferência da Ponte Preta para o Atlético. 

“Minha vinda para o Atlético foi por uma revelação. Estava em casa e um pastor me ligou dizendo que não fizesse nada sem a permissão de Deus e que eu receberia uma ligação muito importante no dia seguinte que mudaria a história da minha vida. Eu estava na casa da Jéssica, a minha esposa, estava dormindo. Ela me acordou dizendo que tinha uma ligação. O André Cury e o Beto Rappa [empresários de futebol] já estavam aqui e tinham acertado tudo com o Atlético. Eu nem queria saber os valores. Eles diziam: ‘você vai ganhar muito dinheiro e vai jogar com o Ronaldinho’. Eu disse: ‘é mesmo?’”, iniciou. 

“Eu era tão concentrado na minha vida, de jogar em um time grande que eu não tinha noção. Tá bom, vou lá, vou jogar. Quando cheguei, era uma pressão imensa. Olhei o ataque tinha Bernard, Tardelli, Jô, Ronaldinho, Alecsandro... falei: ‘onde eu vou jogar? (risos)’. Trabalhei e fiz toda essa história no Galo”, continuou. 

“Mas essa história [da proposta do Cruzeiro] é verdade. Mas a minha vinda para o Galo foi permissão de Deus. Na minha vida, tudo é Ele que determina e as coisas dão certo”, acrescentou. 

Diretor de futebol do Cruzeiro na época, Alexandre Mattos confidenciou ao jornalista João Vitor Xavier, da Itatiaia, que queria levar para a Toca da Raposa na temporada 2013 três jogadores promissores no ano anterior. Além de Luan, o executivo queria Everton Ribeiro e Ricardo Goulart. Não obteve êxito com o Maluquinho, mas conseguiu os outros dois. 

“Ele contratou duas peças muito boas. Everton Ribeiro e Goulart. Os caras são craques”, finalizou Luan. 

Contratado pelo Atlético em janeiro de 2013, Luan ajudou na conquista da Libertadores logo no ano de estreia pelo Galo, além de ser peça fundamental no título inesquecível da Copa do Brasil de 2014 – ao marcar o quarto gol na vitória por 4 a 1 sobre o Flamengo, no Mineirão, que classificou o Alvinegro para a final no placar agregado de 4 a 3. 

Pelo Atlético, Luan disputou 305 jogos e marcou 49 gols. Foram sete títulos no total: Libertadores (2013), Copa do Brasil (2014), Recopa Sul-Americana (2014), Florida Cup (2016) e Campeonato Mineiro (2013, 2015 e 2017). 

Confira as principais notícias do Cruzeiro no canal da Itatiaia no Youtube


Escreva seu comentário

Preencha seus dados

ou