Notícias

Diretor do Atlético espera definição sobre venda de Savarino até o final da semana

Galo negocia com Real Salt Lake 40% do atacante por cerca de US$ 3 milhões

Por Fábio Rocha/Hugo Lobão | 28/04/2022 às 21:16
Pedro Souza / Atlético
Foto: Pedro Souza / Atlético

O Atlético ainda negocia a venda do atacante Savarino para o Real Salt Lake, dos Estados Unidos. Em entrevista nesta quinta-feira, durante o lançamento do livro de Hulk na Arena MRV, o diretor de futebol do Galo, Rodrigo Caetano, revelou que a diretoria alvinegra espera a definição sobre a saída ou não do venezuelano até o fim desta semana. 

Caetano afirmou que o Real Salt Lake entrou em contato com o Atlético quando o clube estava em viagem ao Equador, onde enfrentou o Independiente del Valle, na última terça-feira (26), pela fase de grupos da Copa Libertadores. O diretor ressaltou a necessidade de o Galo vender atletas para quitar dívidas. 

“Durante o período dessa viagem ao Equador, realmente tivemos uma consulta, próximo de uma proposta. E o Galo, como todas as outras negociações, tem que avaliar. A realidade vocês sabem, eu que normalmente passo essa mensagem da dificuldade. Vocês devem ter visto, a gente tem vários compromissos a serem honrados e sempre teve no orçamento do clube a necessidade da venda de atletas. Essas vendas se dão mediante propostas e consultas que temos. Não são apenas os jogadores que queremos comercializar. Então, a diretoria está avaliando e, talvez, até o final da semana a gente tenha uma posição se vai caminhar ou não”, frisou. 

O prazo curto para definir sobre a venda de Savarino é necessário porque a janela da Major League Soccer (MLS) se fecha no início do próximo mês. Caetano ressaltou que há detalhes na negociação com o clube norte-americano que vendeu o atacante para o Galo em 2020. 

“É a última janela que se fecha antes da reabertura no Brasil, no dia 18 de julho. Tem até o dia 5 [de maio] ainda a janela da MLS. Na verdade, não tem muita surpresa. O clube que nos procurou é o clube que vendeu o Savarino para gente. Tem umas peculiaridades na negociação, que são os percentuais adquiridos pelo Galo na época, os valores, enfim. Por isso que a gente abriu uma possibilidade de uma conversa. É difícil falar em prazo. Sou muito cauteloso, já vi muita coisa acontecer, então prefiro me manifestar de forma oficial. Só não tenho como negar que chegou essa consulta e estamos avaliando”, observou. 

As conversas para que a transferência de Savarino aconteça já estão adiantadas. O Galo detém 60% dos direitos do atacante e venderia 40% ao Real Salt Lake por cerca de US$ 3 milhões (aproximadamente R$ 14,2 milhões). O valor foi antecipado pelo Fala Galo e confirmado pela Itatiaia. Em 2020, o Atlético desembolsou US$ 2 milhões (cerca de R$ 8,6 milhões) para contar com o jogador.

Pavón

A saída de Savarino é importante para liberar uma vaga de estrangeiro no elenco do Atlético já pensando na chegada do atacante Cristian Pavón, do Boca Juniors, que assinou pré-contrato com o Galo e será anunciado em julho.  

Outro problema é que o argentino ainda atua na mesma posição do venezuelano. 

“[Pavón] é outro atleta de altíssimo nível, que está sob contrato com outro clube pelos próximos 60 dias. Desde que chegamos ao Galo, uma das missões era tentar identificar boas oportunidades que não envolvessem grandes quantias. Temos 60 dias para a gente ver se realmente é um nome que pode se enquadrar na nossa questão técnica e financeira”, finalizou. 

Confira as principais notícias do Atlético no canal da Itatiaia no Youtube


Escreva seu comentário

Preencha seus dados

ou