Notícias

Consumidores disputam mercadorias em lojas de Belo Horizonte nesta sexta de Black Friday

Por Redação , 29/11/2019 às 08:49
atualizado em: 29/11/2019 às 13:38

Texto:

Foto: Edilene Lopes/Itatiaia
Edilene Lopes/Itatiaia

Milhares de consumidores de Belo Horizonte dedicam a sexta-feira para aproveitar a promessa de preços imperdíveis da Black Friday. Os descontos anunciados passam de 80%, mas os consumidores devem ficar atentos para não cair em pegadinha. As filas começaram a se formar no fim da noite de quinta-feira (28). No Supermercado Extra, no bairro União, na região Nordeste, houve confusão no momento da abertura da loja.

“Tinha mais de mil pessoas, sem um pingo de estrutura. Foram três seguranças do Minas Shopping para pode segurar o povo. Até um rapaz que estava com uma criança levantou um arma para cima e todo mundo saiu correndo. Foram crianças machucadas, pessoas desmaiadas lá dentro e o povo não fez nada”, disse uma consumidora à reportagem da Itatiaia. Procurado, o shopping ainda não se manifestou.

O movimento no Centro de Belo Horizonte é intenso nesta manhã. O coordenador do site Mercado Mineiro, Feliciano Abreu, está com a reportagem da Itatiaia, que percorre lojas da capital para conferir se realmente os descontos são os prometidos.

“Hoje é um dia que a emoção fala mais alto que a razão. Essa necessidade de comprar, melhor preço do ano, a melhor Black Friday que existe é papo furado, porque se o consumidor negociar consegue até preços melhores em outros momentos”, diz Feliciano. “Tem muito produto em conta. Fraldas descartáveis, bebidas. Tem muita oferta que é, na verdade, uma isca para o consumidor entrar dentro da loja”. 

Abreu ressalta ainda que é preciso pesquisar antes de comprar e ver se os produtos realmente estão valendo a pena. “Tem que ter cuidado primeiro com a necessidade de compra. Será que ele (consumidor) precisa daquele produto de fato? Ele não precisa achar que o mundo vai acabar hoje, que ele tem que comprar de qualquer forma. Ele pode sim utilizar o dia para negociar e achar um valor melhor do que ele já tinha negociado.”

Compras

Oito a cada dez brasileiros pretendem ir às compras na Black Friday nesta sexta-feira (29). De acordo com o Instituto Locomotiva, que entrevistou 1.770 pessoas entre os dias 1 e 9 de novembro, a expectativa é que 130 milhões de adultos adquiram algum produto, em todo o país.

O estudo destaca, ainda, dados específicos sobre grupos populacionais. No caso das classes D e E, 86% pretendem aproveitar a ação promocional para comprar. Entre pessoas da classe C, a intenção de compra é semelhante (77%). A margem de erro da pesquisa é de 2,4 pontos percentuais.

Na opinião das pessoas entrevistadas para a pesquisa, os eletrônicos são os itens que mais valem a pena serem comprados na data. Os descontos aplicados em compras de celulares e eletrodomésticos também são aguardados. 

Escreva seu comentário

Preencha seus dados

ou

    #ItatiaiaNasRedes

    RadioItatiaia

    'O projeto introduz dispositivos claros e objetivos, com penalidade para aqueles que prestarem informações falsas ou deixarem de executar as medidas compensatórias', defend...

    Acessar Link