Lucas Ragazzi

Coluna do Lucas Ragazzi

Veja todas as colunas

Política

Zema nomeia ex-delegado que prendeu Lira em Alagoas como novo chefe do MP de Contas

Na época, Lira, segundo Barenco, teria agredido um oficial de Justiça

24/05/2022 às 09:46
Zema nomeia ex-delegado que prendeu Lira em Alagoas como novo chefe do MP de Contas

As conversas nos corredores do Tribunal de Contas do Estado (TCE-MG) têm se concentrado em um fato curioso: o novo procurador-geral do Ministério Público de Contas mineiro já prendeu o atual presidente da Câmara dos Deputados, o deputado Arthur Lira (PP-AL). Trata-se do procurador Marcílio Barenco, que atua na instituição desde o início da década passada e foi indicado para o cargo pelo governador Romeu Zema na última sexta-feira (20). Ex-delegado-geral da Polícia Civil de Alagoas, Barenco prendeu Lira quando este era membro da Assembleia Legislativa alagoana. 

O fato se deu em 2008. Na época, Lira, segundo Barenco, teria agredido um oficial de Justiça durante uma tentativa de intimar o deputado. O atual presidente da Câmara chegou a ficar detido por conta do episódio, mas foi solto na mesma semana. Lira, aliás, negou a suposta agressão e classificou sua prisão como "abuso jurídico".

Em nota, a assessoria de imprensa de Zema informou "que não há nenhuma relação com o fato citado e a escolha do novo procurador geral do MP de contas. A escolha levou em conta critérios técnicos, como sua experiência e atuação na área".

Escreva seu comentário

Preencha seus dados

ou