Notícias

Léo diz que grupo está unido e que fake news chegam aos jogadores: ‘Alguns até dão risadas’

Por Redação, 22/05/2019 às 17:53
atualizado em: 23/05/2019 às 13:35

Texto:

Ouça na Íntegra
00:00 00:00
Foto: Bruno Haddad/Cruzeiro
Bruno Haddad/Cruzeiro

Não é de hoje que quando um time começa a perder surgem boatos de todo tipo sobre os motivos da derrota. Se antes as suposições ficavam em uma conversa entre amigos, agora se espalham facilmente e até mesmo os jogadores ficam a par do que deles se fofoca. O zagueiro Léo, do Cruzeiro, diz que algumas informações divulgadas nos últimos dias pelas redes sociais, em meio aos resultados ruins do time, foram vistas pelos atletas.

Uma especulação frequente é de que há desentendimentos no elenco. “Chegam a nós sim. Alguns [jogadores] até dão risadas porque são melhores amigos, concentram juntos e [as pessoas] falam que estão brigando”, conta.

O jogador reconhece que o time precisa dar uma resposta, já que, com um dos melhores elencos do país, só venceu dois dos cinco jogos no Campeonato Brasileiro, sendo que perdeu o mais recente por 4 a 1 para o Fluminense. Antes, empatou com o mesmo time em 1 a 1, pela Copa do Brasil, em uma atuação muito criticada. Tudo isso provocou uma reunião, nessa terça (21), entre diretoria, jogadores e comissão técnica.

“Todos os clubes brasileiros passam por um momento como esse. Sabemos que em 2013, 2014, 2017 e 2018 passamos por momentos parecidos como esse e, graças a Deus, conseguimos um título no fim do ano”, lembra. Nas duas primeiras temporadas citadas a equipe celeste foi campeã brasileira e, nas outras, da Copa do Brasil.

“Nosso time se dá muito bem. As pessoas começam a inventar histórias, falam de grupo rachado. Nosso grupo não tem nada disso. Nosso time sabe que tem uma qualidade muito grande, o trabalho da comissão técnica é excepcional. Tem sido uma semana boa para a gente colocar o trem no trilho novamente”, avalia.

Escreva seu comentário

Preencha seus dados

ou

    #ItatiaiaNasRedes

    RadioItatiaia

    Bolsonaro provoca presidente da OAB: 'Posso contar como o pai dele desapareceu' https://t.co/VL1QAuI1sI https://t.co/uO2itrIBJh

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    'Eu estou levando minha revolta para um lado de injustiça, eu preciso de uma resposta. Eu guardei tudo no quarto do bebê. Essa dor parece que não vai passar', completa.

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    O caso foi revelado em primeira mão pela rádio Itatiaia e repercute nacionalmente.

    Acessar Link