Notícias

Goleiro Bruno Fernandes deixa prisão em Varginha e vai para o regime semiaberto

Por Redação/Agência Brasil, 19/07/2019 às 20:47
atualizado em: 20/07/2019 às 07:51

Texto:

Foto: Renata Caldeira/TJMG
Renata Caldeira/TJMG

Bruno Fernandes deixou, no início da noite desta sexta-feira, o presídio de Varginha, no Sul de Minas, após conseguir a progressão para o regime semiaberto domiciliar. A decisão foi proferida na última quinta (18) pelo juiz Tarcísio Moreira de Souza, da 1ª Vara Criminal e de Execuções Penais da Comarca do município. O goleiro deverá trabalhar durante o dia e retornar para casa à noite. Ele também está proibido de sair de casa entre 20h e 6h, além de frequentar bares e boates.

O goleiro saiu da cadeia sem falar com a imprensa. Apesar de um dos requisitos para a progressão para o regime semiaberto ser a comprovação de trabalho, a defesa de Bruno afirmou que ele ainda não tem emprego definido.

Para conseguir a progressão, a defesa conseguiu que o Tribunal de Justiça excluísse a falta grave cometida por ele em fevereiro deste ano, quando foi denunciado após se encontrar com mulheres em um bar.

Bruno foi condenado a 20 anos e nove meses pelos crimes de homicídio triplamente qualificado de Eliza Samúdio e pelo sequestro e cárcere privado do filho Bruninho. 

Ele ganhou direito ao benefício após ter cumprido o tempo necessário para progressão da pena, conforme está previsto na Lei de Execuções Penais (LEP). Bruno estava preso desde 2010.

Escreva seu comentário

Preencha seus dados

ou

    #ItatiaiaNasRedes

    RadioItatiaia

    'Eu estou levando minha revolta para um lado de injustiça, eu preciso de uma resposta. Eu guardei tudo no quarto do bebê. Essa dor parece que não vai passar', completa.

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    O caso foi revelado em primeira mão pela rádio Itatiaia e repercute nacionalmente.

    Acessar Link